Gestão

Com foco na alta renda, Fleury aumenta receita e lucro em 2015

Por Roberta Massa B. Pereira | 04.03.2016 | Sem comentários

Publicidade

A rede de laboratórios de medicina diagnóstica Fleury fechou o ano de 2015 com alta de 25,1% no lucro líquido, chegando a R$ 107,3 milhões.

O avanço foi mais acelerado que o da receita, que cresceu 12,9%, para R$ 1,89 bilhão.

Ao Valor, Carlos Marinelli, presidente da companhia, destacou três aspectos que influenciaram o resultado: a expansão da marca Fleury Medicina e Saúde, o reposicionamento da marca a+, que era mais popular e passou a focar o consumidor de alta renda, e o processo de reestruturação das operações no Rio de Janeiro.

Segundo Marinelli, por seu foco no segmento de maior renda, a companhia sofreu menos com a queda no número de pessoas atendidas por planos de saúde no Brasil em 2015.

De acordo com ele, essa redução aconteceu de forma mais intensa entre a população de renda mais baixa, o que reduziu o impacto no Fleury. “O segmento premium é mais resiliente que o mercado em geral”, disse. Marinelli assumiu o comando da companhia em setembro de 2014 com o objetivo de reposicionar a empresa, que vinha enfrentando dificuldades depois de avançar no atendimento à classe média.

Uma das primeiras medidas do executivo foi redirecionar os esforços para o atendimento à alta renda.

Ao longo de 2015, as operações em hospitais (o segundo negócio mais importante da companhia que respondeu por 14,9% da receita líquida) apresentou o maior avanço, de 16%, para R$ 281,8 milhões, resultado do aumento de serviços ofertados nos contratos existentes e também da entrada em novos hospitais.

A receita nas unidades de atendimento – o principal negócio da companhia, responsável por 83,7% da receita líquida – avançou 12,6% para R$ 1,58 bilhão.

Adolpho de Souza, diretor financeiro e de relações com investidores da companhia, comentou a melhora do prazo de recebíveis, que caiu de 78 para 71 dias em 2015. “Para uma empresa que tem R$ 450 milhões em contas a receber, é um valor que se converte em caixa muito forte”. Segundo ele, a queda foi resultado de um trabalho de qualificação da carteira.

No 4º trimestre, o Fleury apresentou um salto de 108,7% no lucro líquido, para R$ 25,9 milhões.

No período, a companhia apresentou um avanço de 11,9% na receita líquida, para R$ 473 milhões.

O período foi o primeiro depois de a companhia ter vendido uma fatia de 13% de seus capital para o fundo de investimento americano Advent. Segundo Marinelli, o Fleury já tem se valido do portfólio de investidas do fundo para fazer cotações de preços na hora de fazer compras de alguns produtos.

O período foi o primeiro depois de a companhia ter vendido uma fatia de 13% de seus capital para o fundo de investimento americano Advent. Segundo Marinelli, o Fleury já tem se valido do portfólio de investidas do fundo para fazer cotações de preços na hora de fazer compras de alguns produtos.

Fonte: Valor Econômico-04.03.2016

Compartilhe!