Gestão

70% dos pacientes internados nas UTI’s recebem tratamento para algum tipo de infecção

Por Roberta Massa B. Pereira | 10.06.2016 | Sem comentários

Publicidade

Infecção hospitalar é um dos temas mais preocupantes para os profissionais de saúde, principalmente quando acomete pacientes gravemente enfermos internados nas unidades de terapia intensiva.

“Infecção nas UTIs” será um dos temas apresentados durante o VI Simpósio Internacional de Medicina Intensiva – SIMI, promovido pelo Instituto de Ensino e Pesquisa do Hospital Sírio Libanês – IEP.

Estudos revelam que 70% dos pacientes internados nas unidades de terapia intensiva recebem tratamento para algum tipo de infecção.

Nesse ambiente, o risco é de 5 a 10 vezes maior do que em outros ambientes hospitalares, e pode chegar a representar 20% do total de casos registrados em um hospital.

Muitos são os fatores que contribuem para o desenvolvimento de infecções. Entre eles a adequada higienização das mãos, tanto de familiares como de profissionais de saúde.

A Higienização das Mãos é a principal medida de prevenção de infecções relacionadas aos cuidados de saúde.

Infelizmente, a taxa de adesão é muito baixa, chegando apenas a 70% nos centros que apresentam os melhores resultados.

O Uso Racional de Antimicrobianos também é considerado um dos fatores importantes que deve ser discutido.

Estima-se que de 500 mil a 1 milhão de mortes ocorram no mundo devido à resistência antimicrobiana.

Um fato alarmante é o crescimento do consumo global de antibióticos no ambiente hospitalar na última década, que bateu a casa dos 40%.

Estudos estatísticos revelam que se nenhuma mudança ocorrer, em 2050, o mundo registrará cerca de 10 milhões de mortes associadas à resistência a antibióticos e antimicrobianos, superando a morte por câncer, por exemplo.

Fontes para entrevistas
Dr. José Mauro Vieira Jr. – Coordenador da Residência Médica do Programa de Medicina Intensiva do Hospital Sírio-Libanês e Gerente Médico da UTI Geral do Hospital Sírio-Libanês.

Fonte:Plano A Comunicação-10.06.2016

 

Compartilhe!