Saúde

Sírio Libanês debate sobre integração multiprofissional no atendimento a pacientes críticos

Por Roberta Massa B. Pereira | 17.02.2017 | Sem comentários

Publicidade

Com mais de 150 participantes, principalmente residentes, a iniciativa reforçou a importância do tema para o cuidado humanizado
Atualmente, o conceito de se trabalhar verdadeiramente em equipe é compreendido como a melhor forma de oferecer tratamento e recuperação humanizados aos pacientes.

Neste contexto, a I Jornada do Programa de Residência Multiprofissional em Saúde no Cuidado ao Paciente Crítico, realizada no dia 13 de fevereiro pelo Instituto Sírio-Libanês de Ensino e Pesquisa (IEP/HSL), teve como temática central a “Assistência ao Paciente Crítico sob a Perspectiva Multiprofissional e Ampliada”.

A jornada foi destinada aos alunos dos programas de residência do Hospital Sírio-Libanês e também a tutores, preceptores, gestores e outros colaboradores.

Também participaram as equipes do Hospital Municipal Menino Jesus e do Hospital Geral do Grajaú, unidades públicas que têm a gestão feita pelo Instituto de Responsabilidade Social Sírio-Libanês.

No total, 150 profissionais – de áreas como enfermagem, farmácia, fisioterapia, medicina intensiva, nutrição e psicologia – estiveram presentes no evento, que debateu as melhores práticas vivenciadas durante a residência, a fim de ressaltar o cuidado integrado com foco no paciente e estimular o contato entre os integrantes dos programas do HSL.

De acordo com o fisioterapeuta Wellington Yamaguti, um dos coordenadores, hoje, na área da saúde, há a percepção de que, além do desenvolvimento de habilidades técnicas, é essencial o constante aperfeiçoamento das competências atitudinais (soft skills), para a promoção de um cuidado diferenciado e que vá ao encontro das necessidades psicossociais e biológicas do paciente.

Dessa forma, o aspecto comportamental esteve presente em diversas abordagens durante a Jornada, evidenciando a importância do assunto.

Para Yamaguti, o evento foi um marco para a instituição pela participação ativa dos residentes no planejamento, construção e execução do programa com a coordenação e equipe de tutores.

“Essa iniciativa teve como premissa desenvolver a integração de competências assistenciais, educacionais e de gestão, que são fundamentais para a formação global do profissional.
Para isso, buscou contemplar as melhores práticas baseadas nas evidências científicas disponíveis, mas com aplicabilidade efetiva na prática clínica, agregando valor aos participantes”, destaca.
Entre os principais assuntos abordados durante a Jornada estão: “As interfaces do cuidado multiprofissional prestado ao paciente crítico”,

“A utilização de simulação realística como ferramenta para a formação do profissional de saúde” e “Intervenções multidisciplinares para o paciente crítico oncológico”.

A coordenação do evento, que também contou com a nutricionista Érika Suiter e a enfermeira Stella Sartori, tem a perspectiva de ampliar a participação para o público externo, visando a integração entre os programas de residência em saúde das diversas instituições de saúde do País e a ampliação do escopo temático.

Fonte: WN&P Comunicação-17.02.2017.

Ebook Planejamento Estratégico em Saúde.

eBook Planejamento Estratégico em Saúde

Compartilhe!