Gestão

Hotelaria hospitalar, quando o paciente torna-se hóspede

Por Roberta Massa | 16.04.2011 | Sem comentários

Publicidade

Para o gerenciamento eficaz no setor de hotelaria Hospitalar é imprescindível  que o gestor tenha visão ampla e diferenciada, voltada para a prestação do atendimento com qualidade, eficiência e respeito.

Atualmente os pacientes exigem mais qualidade na prestação dos serviços de saúde, antigamente as exigências se resumiam ao atendimento médico em um ambiente limpo  com aspecto agradável.

Com o avanço da tecnologia, aumento da concorrência e elevação do poder aquisitivo de boa parte da população, os pacientes também passaram a buscar conforto e humanização na hora do atendimento.

A avaliação de bom atendimento médico geralmente esta atrelado a um atendimento humanizado, na maioria das vezes os pacientes não têm como avaliar um procedimento técnico, ao menos que ocorra um erro que tenha impacto no seu restabelecimento e cura.

Nesse novo cenário o setor de hotelaria hospitalar  se mostra cada vez mais importante. As áreas em que setor  esta envolvido possuem contato direto com os pacientes/clientes e suas atribuições tem grande influência na  captação e  na retenção dos clientes no hospital.

O gestor de hotelaria hospitalar deve possuir algumas características que considero extremamente importantes para o bom desempenho do seu setor:

Visão Estratégica: o gestor deve não só se preocupar com que ocorre na sua instituição, más também o que os demais hospitais estão oferecendo como diferencial para seus clientes. Essa visão permite uma análise crítica dos seus processos e quando necessário, realizar um benchmark para manter-se no mercado competitivo.

Adaptabilidade: o setor exige grande poder de adaptabilidade, pois o mercado de saúde atualiza-se constantemente.

Criatividade: o gestor  não só deve se adaptar as novas realidades, más também de saber  inovar quando necessário através da sua criatividade, desta maneira ele poderá manter o setor no patamar que o mercado exige.

Foco atendimento humanizado: sua equipe deverá prezar pelo atendimento que envolva respeito e cortesia, pois essas características  geram satisfação e encantamento por parte dos clientes, e este atendimento só é possível através da realização de treinamentos e com ferramentas que envolvam a motivação dos funcionários.

Relacionamento Interpessoal: o gestor desta área costuma lidar com serviços de empresas terceirizadas para realização de serviços relacionados à higiene, jardinagem, segurança e estacionamento. O bom relacionamento e comunicação com estes profissionais é fundamental, pois muitas vezes esses profissionais não possuem os mesmos benefícios que os funcionários do hospital e podem se sentir inferiorizados, prejudicando a qualidade e excelência do serviço prestado. O gestor tem como desafio manter esses funcionários motivados e valorizados, pois suas atribuições são tão importantes como as de outras áreas.

Essas são algumas características que considero cruciais para o bom gerenciamento na hotelaria hospitalar. A instituição deve valorizar os profissionais de hotelaria, pois a avaliação positiva da instituição dependerá muito do desempenho do gestor e toda equipe.

Compartilhe!