Qualidade

Gestão da Qualidade garantia de competitividade na área da saúde

Por Roberta Massa | 05.05.2011 | 2 comentários

Publicidade

Um dos temas que mais gosto de abordar é Gestão voltada para qualidade nos serviços de saúde, coincidentemente nesta semana o assunto foi abordado em duas aulas distintas na faculdade. Vou aproveitar o ensejo para compartilhar com vocês uma reflexão  sobre o assunto.

Há décadas atrás as pessoas não haviam despertado a necessidade de se preocupar com a qualidade dos produtos e serviços,  para elas eram importantes somente que estes serviços ou produtos estivessem à disposição quando fosse necessário utilizá-lo, existia pouca competitividade no mercado e não havia muito que se fazer.

Crescimento econômico, oportunidade de modernização

Com o crescimento da economia, muitas empresas começaram a surgir, as pessoas começaram ter poder de escolha podendo buscar melhores preços e qualidade nos serviços, com a nova realidade ficamos mais exigentes. O novo ambiente econômico colocou as empresas em dificuldades, era necessário se adequar as novas exigências  para manterem-se competitivas diante deste mercado.

Na área da saúde esta realidade não foi diferente, diante de um sistema de saúde pública deficiente, a busca pelo sistema privado cresce a cada dia. Alavancado na melhora e crescimento econômico do país com ascensão de classes muitos hospitais foram construídos ou reformados, mas fica claro que ainda precisamos avançar no quesito qualidade.

Treinamento a busca da perfeição

Um tema que entrou de forma aguda e com grande diferencial para escolha dos clientes é a humanização.  Alguns  hospitais já realizam treinamentos ligados ao tema, hoje já se percebe que o atendimento humanizado contribui de forma decisiva para  reter e fidelizar clientes, se  esta ação gera retorno de curto prazo ao mesmo tempo se não houver ações contínuas por parte da administração do hospital, o insucesso será certo.

Em meu ponto de vista o grande desafio que as administrações deveriam enfrentar é encontrar respostas à seguinte questão:

Como implantar e manter ferramentas  que mantenham o hospital competitivo no mercado?

Qualidade vai além da humanização da equipe

Resumir a competitividade apenas ao atendimento humanizado é muito pouco, o olhar para o futuro faz com que outras necessidades sejam compreendidas. Desta forma a gestão da qualidade se torna uma das ferramentas mais utilizadas, o autor Deming define qualidade como “atender continuamente às necessidades e expectativas dos clientes a um preço que eles estejam dispostos a pagar”.

Para atender continuamente as necessidades dos clientes é necessária a melhoria continua dos processos, esta melhoria deve ser realizada desde setores operacionais até a direção da instituição.

O mapeamento de todos os processos da instituição deve ser realizado, pois é através dele que serão identificados os pontos fortes assim como gargalos de cada setor.

O envolvimento da equipe operacional é fundamental, pois todos sabem que nem sempre a gerência visualiza o processo operacional da maneira que ele ocorre diariamente.

Gestão da qualidade

A criação de um grupo de qualidade é extremamente importante, pois ele controla e dissemina as informações para todo o hospital, esta equipe deverá ser participativa tendo liberdade para opinar e sugerir novas condutas para a melhoria nos processos.

Após a identificação dos pontos críticos e estabelecidas as sugestões de melhoria  é necessário delegar aos gestores envolvidos metas a serem cumpridas assim como seus respectivos prazos.

Desta maneira estaremos sempre buscando a melhoria continua que contribuirá satisfatoriamente na fidelização dos clientes e nos manterá vivos neste mercado tão desafiador.

Compartilhe!
  • aline

    Boa noite seu post está bem explicadinho!
    Preciso realizar um trabalho e aprimorar meus conhecimentos,gostaria d trazer algo novo para dentro da sala, se tiver idéias estou aceitando! Ou ainda se puder ajudar nos dando uma entrevista seria muito legal