Gestão

Farmacêutica vê concorrentes regionais perto de quebrar

Por Roberta Massa B. Pereira | 19.02.2016 | Sem comentários

Publicidade

A rede de varejo farmacêutico Raia Drogasil considera que a crise tem enfraquecido parte de seus concorrentes regionais e acredita que alguns deles estão perto de “não conseguir atravessar” esse período ruim.

O comentário foi feito pelo vice-presidente de Planejamento e Relações com Investidores, Eugênio De Zagottis, durante teleconferência com analistas e investidores.

“Estamos em um mercado em que os spreads bancários estão na lua e isso coloca uma pressão monumental em empresas que não têm geração positiva de fluxo de caixa livre”, comentou.

“A empresa começa a reduzir estoque, aumentar preço e demitir pessoal, vemos muitos concorrentes regionais importantes sofrendo e a gente se beneficia disso”, acrescentou.

O executivo considerou que, por conta desse cenário de juros altos, a companhia tem trabalhado para manter o caixa.

Ele avaliou que, em 2016, a Raia Drogasil terá uma necessidade de investimentos elevada para cumprir a meta de abertura de 165 lojas no ano, mas disse que a rede está mais cautelosa quanto a desembolso de recursos que não sejam direcionados à expansão.

Segundo De Zagottis, o cenário para o fluxo de caixa livre da Raia Drogasil em 2016 “deve ser de neutro a positivo”, mas ele considerou que o resultado pode ficar “mais perto de zero do que no ano passado”.

Em 2015, a companhia gerou R$ 110,4 milhões em fluxo de caixa livre, ante R$ 76,3 milhões em 2014.

Já o fluxo de caixa total, após juros sobre capital próprio e resultado financeiro, foi negativo em R$ 19,9 milhões em 2015.

Fonte: EXAME-19.02.2016

Compartilhe!