Tecnologia

UnitedHealth e Santa Joana modernizam centro cirúrgico para cirurgias robóticas

Por Roberta Massa B. Pereira | 31.03.2016 | Sem comentários

Investimento é uma das primeiras ações da associação entre o Hospital Santa Joana e grupo norte-americano Esho, gigante no setor

O Polo Médico do Recife vai contar com centro cirúrgico pioneiro no Norte-Nordeste, que realizará cirurgias robóticas.

A inovação é uma das primeiras ações da nova operação do Hospital Santa Joana com a gigante da saúde privada UnitedHealth (Esho), empresa norte-americana que se associou ao grupo Fernandes Vieira.

Para receber o robô-cirurgião Da Vinci modelo S HD – um dos mais modernos do mundo em tecnologia 3D – o Santa Joana reformou e modernizou o bloco cirúrgico.

Com a chegada da robótica nos procedimentos cirúrgicos, o novo grupo vai implantar na capital pernambucana o programa de treinamento e capacitação de médicos para dominar a nova técnica cirúrgica.

A expectativa é que o robô-cirurgião Da Vinci desembarque no Recife entre meados de fevereiro e início de março. “Faz parte do primeiro movimento conjunto da UnitedHealth com o Hospital Santa Joana.

O mais importante é que estamos adquirindo o robô associado a um programa de treinamento. Vamos trazer médicos que são referências nacionais e internacionais para treinar nossos médicos e integrá-los ao nosso time”, comenta Marcelo Vieira, diretor-administrativo do Hospital Santa Joana.

Segundo ele, a ideia é transformar o hospital pernambucano numa instituição referência em capacitação e treinamento em cirurgia robótica na Região.

O robô-cirurgião foi adquirido através da Strattner, empresa que comercializa produtos com tecnologia desenvolvida pela multinacional Intuitive Surgical.

No país existem três protótipos do Da Vinci em operação, um deles no Hospital Albert Einstein, em São Paulo.

O diretor-médico da Empresa de Serviços Hospitalares (Esho) do grupo UnitedHealth, Charles Souleyman Al Odeh, disse que o programa de cirurgia robótica que será implantado no Recife é o terceiro da empresa no Brasil.

Segundo ele, o objetivo da implantação da nova tecnologia é consolidar o Hospital Santa Joana como uma das melhores unidades hospitalares do país.

Ele explicou que o centro de cirurgia robótica é uma sala preparada dentro do bloco cirúrgico com uma dinâmica diferente, onde o cirurgião ao invés de ficar ao lado do paciente, fica no console comandando o robô.

De acordo com o diretor-médico da Esho, após a chegada dos equipamentos no Recife será iniciado o programa de treinamento e capacitação dos médicos cirurgiões. Médicos brasileiros e norte-americanos com expertise em cirurgia robótica vão treinar os profissionais e acompanhar as cirurgias.

A princípio, serão treinados seis cirurgiões das especialidades de urologia, cirurgia geral, proctologia e bariátrica. O diretor da Esho disse que a política de privacidade da empresa não permite revelar o valor do investimento. “É um investimento expressivo. O custo de treinamento corresponde a 50% do valor do investimento”.

Dentro dos projetos de expansão das atividades no Polo Médico, o Hospital Santa Joana adquiriu uma área de 4.500 metros quadrados para ampliar o complexo hospitalar. Segundo Marcelo Vieira, os projetos estão sendo desenhados para ampliar o mix de serviços e o número de leitos.

Fonte: Diário de Pernambuco-31.03.2016

Compartilhe!