Saúde

Atenção Primária à Saúde é o foco de Programa do Sescoop/SP

Por Roberta Massa B. Pereira | 29.08.2016 | Sem comentários

Publicidade

Ao todo, 25 cooperativas do Sistema Unimed em todo o Estado de São Paulo aderiram à iniciativa, que busca a reformulação do modelo de cuidado dos beneficiários dos planos de saúde

Pensando em novas soluções para o sistema de saúde no Brasil e em como melhorar o atendimento aos beneficiários dos planos, o Sescoop/SP – Serviço Nacional de Aprendizagem do Cooperativismo foi buscar inspiração no exterior e enviou uma delegação da entidade a serviços de saúde e hospitais dos Estados Unidos e Europa, a fim de conhecer de perto as melhores práticas trabalhadas nessas regiões com foco na Atenção Primária à Saúde (APS), Qualidade Assistencial e Segurança do Paciente.

Os intercâmbios demonstraram como é possível quebrar alguns paradigmas e promover uma reforma do modelo assistencial, na qual a prioridade é resgatar o conceito do médico de família e de comunidade.

Segundo a coordenadora de Gestão e Desenvolvimento de Cooperativas do Sescoop/SP, Lajyárea Duarte, o foco da iniciativa é desenvolver uma medicina em que o paciente seja o centro do cuidado.

A ação mobilizou cooperativas do Sistema Unimed do Estado de São Paulo, que organizaram, a partir da iniciativa, grupos de profissionais para integrar seus respectivos núcleos de atenção primária.

Indicação de leitura: Ebook Lean Six Sigma em Saúde

Esses grupos recebem o apoio e acompanhamento do Sescoop/SP para desenvolver projetos em suas cooperativas com o objetivo de gerenciar a saúde de seus clientes de forma integral.

“O objetivo é resgatar o conceito do médico de família, enxerga o paciente como um todo e é capaz de dar uma avaliação mais assertiva”, explica Lajyárea.

Com uma equipe multidisciplinar, que inclui médicos, fisioterapeutas, nutricionistas e enfermeiros, o núcleo tem o proposito de trabalhar com uma metodologia pautada em boas práticas, entre elas: marcação de consultas rápidas, identificação e busca de problemas comuns entre os beneficiários, adoção de protocolos baseados em evidência e seus respectivos acompanhamentos.

“Essas ações melhoraram a qualidade de vida da população, melhor aderência ao tratamento e redução do número de internações desnecessárias.

Tudo isso pode ser evitado por meio de práticas simples orientadas no desenvolvimento dos projetos de melhoria, que posteriormente são incluídas nos procedimentos dos núcleos de atenção primária dos planos”, explica a coordenadora.

Ao todo, 25 Unimeds estão envolvidas em projetos de Atenção Primária à Saúde no estado de São Paulo e a perspectiva é que este percentual ainda aumente.

Coração em dia

Na Unimed Ourinhos, os portadores de moléstias cardiovasculares foram o foco desta ação. O “Projeto Cardiovascular” teve como foco pacientes com quadros de hipertensão e risco eminentes de doenças relacionadas.

Os beneficiários receberam informações sobre as doenças e um cronograma de acompanhamento e marcação de consultas mais rápidas, além da manutenção do calendário anual com cardiologistas, educadores físicos, nutricionistas, entre outros profissionais.

O resultado foi o aumento da qualidade de vida dos pacientes, com a diminuição de idas ao pronto-socorro e internações em decorrência de problemas cardíacos.

Longe do diabetes

Na Unimed Guarulhos, a atenção se voltou para os pacientes diabéticos. O Programa “Cuidado Perfeito ao Paciente com Diabetes Mellitus” colocou o beneficiário do plano como o centro das atenções, proporcionando a ele uma nova rotina de vida, tanto em suas residências, quanto também no ambiente de trabalho.

A inovação no atendimento, com visita domiciliar feita por um educador em saúde, combinada com o devido acompanhamento dos diabéticos, incluindo consultas em grupo, resultou na queda do número de internações e na redução dos riscos de complicações em decorrência do problema, como cegueira e infarto.

Sobre o Sescoop/SP

O Sescoop/SP surgiu em 1999 com o objetivo de contribuir para a revitalização das cooperativas paulistas, funcionando como um grande aliado cultural, econômico e social. Desde sua criação, o Sescoop/SP atua na formação profissional, promoção social e monitoramento das cooperativas, desenvolvendo programas e projetos que refletem sua missão de desenvolver o cooperativismo paulista através de ações que incluem a qualificação profissional, o acesso ao lazer, as mais diferentes formas de cultura, bem como a atividades que promovem princípios e valores do cooperativismo como a cooperação e a responsabilidade social.
Saiba mais em: http://www.sescoopsp.org.br/

Fonte: Trama Comunicação-29.08.2016.

Compartilhe!