Gestão

Projeto Parto adequado: adesão encerra em Dezembro

Por Roberta Massa B. Pereira | 23.12.2016 | Sem comentários

Publicidade

Os hospitais e operadoras interessados em participar da Fase 2 do Projeto Parto Adequado têm até o dia 31 de dezembro para encaminhar a proposta de adesão.

A nova etapa contemplará um número quatro vezes maior de participantes – 150 hospitais de todo o país poderão participar – e será desenvolvida ao longo de dois anos.

Os critérios de seleção e demais orientações para a candidatura estão disponíveis no portal da ANS. Clique aqui e confira.

O Projeto Parto Adequado é desenvolvido pela Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS), o Hospital Israelita Albert Einstein (HIAE) e o Institute for Healthcare Improvement (IHI), com o apoio do Ministério da Saúde.

O objetivo da iniciativa é identificar modelos inovadores e viáveis de atenção ao parto e nascimento, que valorizem o parto normal e reduzam o percentual de cesarianas desnecessárias na saúde suplementar.

Resultados da Fase 1 

Na Fase 1 do projeto, a taxa de partos normais nos 26 hospitais que fizeram parte do grupo piloto, ou seja, que participaram de todas as estratégias adotadas, cresceu em média 76% – 16 pontos percentuais – saindo de 21% em 2014 para 37% ao final do projeto, em 2016.

Se considerarmos todos os 35 hospitais que participaram da iniciativa (incluindo os hospitais seguidores e colaboradores).

O crescimento médio da taxa de partos normais foi de 43% – mais de dez pontos percentuais – passando de 23,8% para 34%.

Nove hospitais conseguiram atingir ou superar individualmente a meta de 40% de partos normais.

Em 18 meses, mais de dez mil cesáreas sem indicação clínica foram evitadas.

Fonte: ANS-23.12.2016.

Ebook Planejamento Estratégico em Saúde, baixe agora o seu.

 

Compartilhe!