Tecnologia

Clínica Fares investe em tecnologia e amplia rede de atendimento.

Por Roberta Massa B. Pereira | 08.05.2018 | Sem comentários

Publicidade

Tendo como pilares a humanização e excelência no atendimento e acessibilidade da população à saúde, a Clinica Fares está investindo na ampliação de sua rede.

E na criação de um aplicativo que promete inovar o atendimento dos pacientes.

Ao mesmo tempo, investe na oferta de tecnologia de prontuário eletrônico da clínica para terceiros.

Desenvolvida após um investimento em torno de R$ 5 milhões, a ferramenta já foi comercializada para utilização de algumas clínicas de menor porte.

Os exames são realizados e enviados para a nuvem.

O paciente fica com a senha e acessa-os de onde quiser.

A ferramenta gera uma economia de até 30% ao evitar reexames.

“O uso da tecnologia de informação, no setor da saúde, evita exames repetitivos, otimiza o tempo dos pacientes e melhora a gestão.

Nosso sistema desenvolvido nos EUA e adaptado a realidade brasileira nos proporciona ganho de produtividade.

Economizamos não só tempo, mas melhoramos todo processo de atendimento”.

Destacou o cardiologista e geriatra Adiel Fares, que é fundador e CEO das Clínicas Fares e um dos herdeiros da Lojas Marabraz.

Fares revelou ainda que está em andamento o desenvolvimento de um aplicativo (APP) totalmente disruptivo e inovador no setor da saúde.

“Estamos debruçados em algo inovador que, certamente, provocará um grande impacto em nosso segmento.

Apesar do aplicativo estar em fase inicial, Fares adianta que além de ajudar na gestão sustentável da saúde do paciente.

Também disponibilizará inteligência artificial para ajudar na prevenção de doenças. Inovar é nosso objetivo”, enfatizou Fares.

Expansão

Hoje a rede de Clinicas Fares dispõe de quatro unidades: Vila Nova Cachoeirinha, Penha, Santo Amaro e Osasco.

Uma nova unidade devera ser inaugurada em Itaquera.

A construção será próxima do estádio do Corinthians e à estação de Metrô, com expectativa de atender os 520 mil moradores da região.

O próximo passo da expansão, contudo, será rumo à Baixada Santista:

Fares planeja a abertura de uma unidade de 2,5 mil m² em São Vicente (SP).

E São Bernardo do Campo, no ABC, também faz parte do projeto de expansão.

Neste caso, a estrutura deve contar com 4 mil m² de área total.

Somando as unidades abertas neste ano e as já em operação, o grupo espera atender 1,5 milhão de pessoas em 2018, passando para 2 milhões no ano que vem.

Em 2017, a clínica atendeu cerca de 1 milhão de pacientes.

O faturamento da rede ronda os R$ 100 milhões.

Idealismo

Adiel Fares, geriatra e cardiologista formado pela Faculdade de Medicina da Santa Casa de Misericórdia de São Paulo, têm opiniões singulares sobre o atendimento à população.

Para ele, ao invés de postos de saúde públicos distribuídos pelos bairros, muitos sem condições e infraestrutura básicas para funcionamento.

O Governo deveria construir “Polos de Atendimento de Saúde”, onde além das consultas pudessem ser feitos os exames laboratoriais e diagnósticos para atendimento completo dos pacientes, com menores custos.

Depois de se formar em medicina com residência também na Santa Casa, Fares trabalhou em uma empresa que oferecia consultas a baixo custo.

E enfrentava diariamente dificuldades para concluir o diagnóstico pela limitação de recursos disponíveis.

“A vontade de ter uma unidade de saúde que ajudasse a população já existia em mim há anos, desde a infância quando sonhava em ser médico.

Mas após a residência na Santa Casa e o trabalho desenvolvido depois da graduação, decidi fundar a Clínica Fares, onde o sonho se tornou possível, graças à experiência adquirida”, explica.

Segundo Fares, o grande diferencial de seu empreendimento clínico é originado pelo atendimento humanizado e por reunir quase todas as especialidades médicas em um único local (polo clínico).

“Em nossas unidades o paciente pode realizar desde a consulta até pequenas cirurgias, ou seja, somos capazes de enxergar o paciente em sua totalidade.

Oferecendo um serviço mais completo e resolutivo.

Para ampliar ainda mais o alcance, temos, além das áreas tradicionais e básicas, psicólogos, fonoaudiólogos, urologistas, oftalmologistas, entre outros profissionais”.

A medicina humanizada praticada nas mais de 30 especialidades oferecidas dentro da Clínica Fares.

É baseada na filosofia do médico norte-americano Dr. Hunter Doherty, conhecido como “Patch Adams”, cuja vida foi retratada em um filme famoso da década de 90.

Sua doutrina estimula diariamente não só a perspectiva técnica da medicina, mas também busca valorizar o aspecto humano das relações, como parte do tratamento.

Fares explica que existe um grupo de médicos em cada unidade que colabora para que todos os profissionais das diferentes especialidades trabalhem dentro desse principio.

Com ética e transparência, para que quaisquer desvios sejam detectados pelas próprias equipes.

A Clínica Fares atende um público dividido em, aproximadamente, 60% originados pelo método particular, e 40% entre as seguradoras e autogestões.

Os pacientes que transitam pelas três unidades, segundo levantamentos da Fares, pertencem 50% às classes A e B e 50% à C.

“As parcerias são fundamentais para o diferencial do nosso serviço oferecido à população.

Entre os hospitais parceiros está a Rede D`or.

Já realizamos mais de 400 cirurgias eletivas com internação hospitalar”, ressalta o CEO.

Recentemente anunciou uma parceria com o grupo Endered para aceitar o novo cartão de Ticket Plus.

A rede Clínica Fares comporta mais de 340 salas de consultórios e exames, 450 médicos associados e 400 colaboradores nas 4 unidades.

Com uma estrutura até 17 vezes maior que a de outros polos médicos nas regiões onde atua.

O Centro de Reabilitação e Fisioterapia é considerado o 8º maior do mundo e por mês as unidades realizam 70 mil atendimentos.

Fonte: Canal Executivo – 08.05.2018.

Ebook Planejamento Estratégico em Saúde, baixe agora o seu.

Planejamento Estratégico em Saúde

 

Compartilhe!