Saúde

Postos de SP têm falta de medicamento para esclerose múltipla

Por Roberta Massa B. Pereira | 11.01.2019 | Sem comentários

Ministério da Saúde afirma que o abastecimento do medicamento em postos estará regularizado até o fim desta semana.

Portadores de esclerose múltipla têm encontrado dificuldade para retirar o medicamento fingolimode na rede pública de saúde de São Paulo.

A droga, usada no tratamento da doença, está em falta nos postos de entrega de remédios gratuitos para a população. 

Estoque

Segundo a Secretaria de Estado da Saúde, em 2018 SP recebeu do Ministério da Saúde quantidades [da droga] “parciais e fora dos prazos, o que impacta na assistência”. 

Estoque 2?

Segundo a pasta, o ministério aprovou “somente 75%” do total de comprimidos requisitados pelo estado, “mas não enviou nada até o prazo estabelecido em portaria federal, que foi 20 de dezembro”. 

Prazo?

O Ministério da Saúde diz que teve atraso na aquisição da droga “por problemas com o fabricante”.

Que realizou uma compra emergencial para suprir a falta do medicamento e que todos os estados [que registram faltas] estarão abastecidos com fingolimode até o fim desta semana.

Fonte: Folha de São Paulo – 11.01.2019.

Ebook Lean Six Sigma em Saúde, baixe agora o seu.

Compartilhe!