Saúde

Siemens e Fleury apoiam mutirão de exames médicos na Bahia

Por Roberta Massa B. Pereira | 19.04.2016 | Sem comentários

A cidade de Santa Cruz Cabrália, Bahia, será o destino da 16ª caravana da ONG Voluntários do Sertão que, anualmente, promove assistência social, nutricional e atendimentos médicos e odontológicos para pessoas em situação de vulnerabilidade social no sertão do Brasil. A edição deste ano, que ocorrerá de 16 a 24 de abril, contará com uma equipe de médicos e técnicos voluntários formada pelo Grupo Fleury, um dos apoiadores desta ação.

A Siemens é parceira do Grupo Fleury nessa campanha com a doação de kits do DCA Vantage, um equipamento point of care para diagnóstico de diabetes que ajudará os médicos voluntários a obter resultados rápidos e a orientar os pacientes no controle da doença.

A tecnologia empregada avalia a dosagem da Hemoglobina Glicada e tem a vantagem de proporcionar um resultado imediato e mais preciso, pois o procedimento não sofre interferência em relação à dieta adotada pelo paciente nos últimos 3 meses.

Localizada no Sul da Bahia, Santa Cruz Cabrália tem uma população de, aproximadamente, 28.226 pessoas e um IDH (Índice de Desenvolvimento Humano) de 0,654. “É com muita satisfação que participamos desta ação ao lado do Grupo Fleury, porque tão importante quanto desenvolver soluções inovadoras que contribuem na prevenção e diagnóstico de doenças é possibilitar à população brasileira um maior acesso a essas tecnologias”, comenta Armando Lopes, Diretor de Healthcare da Siemens no Brasil.

Há 16 anos, a ONG realiza o trabalho no sertão da Bahia. Nesse período, a campanha já mobilizou 3.550 profissionais da saúde que realizaram mais de 168.000 atendimentos médicos de várias especialidades e nos setores de enfermagem, farmácia e odontologia, gratuitamente, para a população em vulnerabilidade social do sertão baiano.

Nesta edição, a ONG Voluntários do Sertão pretende realizar cerca de 25 mil atendimentos à população da cidade e região. Pela primeira vez, a população indígena também será beneficiada pela ação. Serão atendidos índios de 56 aldeias próximas à Santa Cruz Cabrália.

Diabetes no mundo

Considerado crônico e grave, o diabetes ocorre quando o pâncreas não produz insulina suficiente ou quando o corpo não consegue usar de forma eficaz a insulina que produz. De acordo com relatório divulgado, recentemente, pela OMS (Organização Mundial da Saúde), cerca de 422 milhões de adultos em todo o mundo viviam com diabetes em 2014, quatro vezes mais do que em 1980. Na última década, o índice do diabetes aumentou mais nos países de médio e baixo rendimento do que nos países ricos. Mais de 80% das mortes ocorrem em países de baixo e médio rendimento.

Fonte: Labnetwork-19.04.2016

Compartilhe!