Marketing

Marketing Digital como diferencial estratégico nas instituições de Saúde

Por Roberta Massa B. Pereira | 26.04.2018 | Sem comentários

Publicidade

Não podemos deixar de notar que as ações de marketing nas instituições de saúde caminham a passos lentos ao passo que outros segmentos estão nadando de braçada.

Essa realidade, se deve ao fato de que muitas instituições de saúde possuem uma visão equivocada quanto ao seu conceito de marketing e também o seu verdadeiro papel.

Alguns profissionais, de forma equivocada, definem o marketing como propaganda e vendas.

A realidade mostra que muitos ainda tem dificuldade de compreender que a propaganda e as vendas são duas ferramentas de estratégia do marketing entre outras existentes.

Para utilizar o Marketing Digital na área de saúde é preciso definir o conceito de Marketing de forma correta para que seja compreendido e percebida sua importância.

Marketing e suas definições

De uma forma direta e simples o Marketing pode ser definido como um conjunto de ações e estratégias.

Relativas ao desenvolvimento, apreçamento, distribuição e promoção de serviços e produtos visando a adequação mercadológica.

A tecnologia evolui diariamente levando a sociedade a tempos modernos.

Onde o conceito de marketing não pode mais ser definido somente como um conjunto de estratégias.

Atualmente o marketing é voltado ao cliente e as suas necessidades e não mais a produção e venda de serviços/produtos.

Os pacientes cada vez mais utilizam a internet e suas redes sociais para avaliar a qualidade do serviço prestado pela instituição que deseja utilizar.

Eu mesma, confesso que não realizo nenhum procedimento sem antes acompanhar a avaliação da instituição na internet.

O poder das redes sociais

O fato é que as redes sociais disponibilizam um acervo completo com experiências, depoimentos, elogios e reclamações dos pacientes.

Que utilizam todo o tipo de serviço na área da saúde e fazem questão compartilhar com seus contatos a sua experiência.

Por todos os motivos relacionados acima que o marketing, e mais ainda o marketing digital deve ser visto como uma estratégia nas instituições de saúde.

Marketing digital

No marketing digital na saúde as ações estratégicas são aplicadas através da internet e das tecnologias móveis com o objetivo de conquistar e fidelizar os clientes.

As estratégias mais utilizadas são os links patrocinados (anúncios do Google), a otimização de páginas (posicionamento do site na primeira página dos de busca).

O e-mail marketing, as mídias sociais e o marketing de conteúdo (informação relevante para criar confiança nos pacientes).

Contribuindo no processo de decisão para a utilização dos serviços prestados pela instituição.

O marketing digital é medido por métricas especificas, que são alinhadas com os principais indicadores de desempenho e/ou retorno sobre o investimento de marketing (ROMI).

O marketing digital na saúde, não permite somente que as instituições tenham acesso a informações específicas das necessidades dos pacientes.

Mas também contribui para manter o relacionamento com os pacientes.

Atingindo melhores resultados em campanhas, melhor ROMI e o envolvimento dos pacientes.

Os médicos também podem usar as redes sociais para colaborar, compartilhar conhecimento e trabalhar em conjunto com as instituições de saúde.

Vale destacar que as instituições devem manter bem definidas as políticas em relação a utilização das redes sociais por seus colaboradores.

Hoje, uma simples postagem pode gerar danos catastróficos para qualquer empresa e sua marca.

Conclusão

No passado os hospitais e as instituições de saúde não tinham necessidade de partir em busca de pacientes.

Eles se dirigiam as instituições de forma natural, sem muito acesso às informações.

Essa realidade é diferente das indústrias que sempre tiveram a necessidade de buscar seus clientes.

As poucas intuições que possuíam o setor de marketing realizavam ações generalistas sem a necessidade de direcionamento.

O conceito mudou, agora os hospitais competem com as demais instituições de saúde.

Baseando-se sempre nos seus custos e na qualidade do serviço que presta ao paciente.

Por este motivo considero extremamente importante a utilização do marketing como uma estratégia de competitividade na saúde, com um cuidado ainda maior para o marketing digital.

Até a próxima.

Nota: Esta coluna é mantida pela Solis Tecnologia para Ensino e Processos, que contribui para que os leitores do GeHosp possam ter acesso a conteúdo gratuito de qualidade.

A Solis é uma empresa que implementa e desenvolve soluções tecnológicas para os mais variados setores de ensino, indústria, comércio e saúde.

Compartilhe!