Gestão

Gestão à Vista: como ter eficiência no controle de desempenho dos processos na Saúde.

Por Roberta Massa B. Pereira | 10.05.2018 | Sem comentários

O mercado está cada vez mais competitivo. Para as instituições se manterem no mercado é necessário investir em ferramentas que promovam gestão eficiente.

Focada em resultados e que sejam capazes de envolver todos os aspectos organizacionais.

Sempre que falo em gestão eficaz nas empresas, gosto de ter em mente a frase:

“Aquilo que não pode ser medido jamais poderá ser gerenciado”.

Na área da saúde a aplicação dessa frase também é fundamental para se obter uma gestão eficaz.

Mensuração dos resultados

A mensuração dos resultados na área de saúde é realizada através de diversos indicadores.

Tanto de produção assistencial (taxa de ocupação hospitalar) como de qualidade assistencial (taxa de infecção hospitalar).

E também a de satisfação de clientes (tempo médio de atendimento).

Para o controle de tantos indicadores é necessário que a instituição utilize uma ferramenta confiável, de fácil navegação.

Onde os colaboradores possam visualizar as informações necessárias para atingir suas metas.

Ou até mesmo, intervir em um processo quando necessário garantindo a melhoria contínua dos processos de trabalho.

Na outra ponta do iceberg estão os pacientes, cada vez mais informados, com acesso à tecnologia mais avançada possivel.

Buscando sempre a praticidade e agilidade sem jamais perder a qualidade.

Umas das formas de controlar os indicadores de produção de forma integrada e dinâmica é através da gestão à vista. 

A gestão à vista é considerada uma grande aliada nos processos de comunicação, no engajamento dos colaboradores e na satisfação dos pacientes.

O que é gestão à vista?

A gestão à vista consiste em colocar as informações que têm maior relevância à disposição dos gestores, colaboradores e pacientes.

Favorecendo a tomada de decisão com base em dados atualizados e totalmente confiáveis.

A ideia é minimizar problemas e diminuir possíveis prejuízos oriundos da desinformação.

Na gestão à vista é extremamente importante que sejam inseridas somente as informações relevantes de cada setor envolvido no processo.

Pois o excesso de informações fará com que os colaboradores e pacientes percam o interesse em acompanhar o painel de informações prejudicando o principal objetivo da ferramenta.

A gestão à vista além de contribuir para o monitoramento dos processos de forma eficaz e na satisfação dos pacientes, também gera ao menos 9 benefícios diretamente, acompanhe:

  • Melhora o controle das metas;
  • Facilita a análise das informações;
  • Engaja os colaboradores;
  • Amplia a visão geral dos processos da empresa;
  • Identifica falhas e pontos críticos;
  • Contribui na capacitação profissional;
  • Aumenta a eficiência gradativamente;
  • Otimiza o alinhamento estratégico;
  • Gera assertividade no processo de tomada de decisão.

Conclusão:

Atualmente, o mercado de softwares em saúde já disponibiliza esse tipo de ferramenta de forma eficaz e que facilita o dia a dia das instituições.

É imprescindível que o gestor esteja preparado para utilizar a tecnologia, gerar diversos relatórios, gráficos que darão confiabilidade aos indicadores.

Essas ferramentas permitem o acompanhamento das informações através de dispositivos móveis, de forma ágil e descomplicada.

Além disso, é possível integrar todos os setores, facilitando o gerenciamento das metas e projetos.

Até a próxima.

Nota: Esta coluna é mantida pela Solis Tecnologia para Ensino e Processos, que contribui para que os leitores do GeHosp possam ter acesso a conteúdo gratuito de qualidade.

A Solis é uma empresa que implementa e desenvolve soluções tecnológicas para os mais variados setores de ensino, indústria, comércio e saúde.

 

Compartilhe!